+351 924 002 690 info@ideias-digitais.com

Bom dia, empreendedor. Aqui é o Erico Rocha com mais uma sacada de empreendedorismo pra você. Hoje eu vou falar como ter disciplina e eu não vou falar isso sozinho porque eu tô aqui com a Cris Franklin. Olá. Que legal! Pra quem não sabe eu paro meu dia. A gente tá parando um dia muito agitado pra gravar uma sacada de empreendedorismo pra você. E eu paro meu dia, hoje a gente tá aqui no Café Santo Grão.

Show. Vamos falar, Cris. Um dos vídeos mais famosos do podcast da Cris, vídeos, conteúdos foram Como Ter Disciplina. A Cris é uma pessoa muito disciplinada e disciplina confunde… o sucesso do empreendedorismo confunde com disciplina. Quem tem mais disciplina faz o que tem que ser feito, quem faz o que tem que ser feito tem maior chance de resultado. Empreendedorismo é ação. Cris, como é que você tem tanta disciplina? Eu acho que o primeiro passo é o comprometimento. Eu sou muito comprometida com a minha missão. Muito comprometida com o meu trabalho. Muito comprometida com o meu negócio, com as pessoas que me seguem, com a minha audiência.

Eu acho que o comprometimento é o primeiro passo pra você ter disciplina é igual o comprometimento com a sua saúde. O quão comprometido você é com a sua saúde vai dizer se você tá desleixado ou não. Eu acho que tudo parte do seu comprometimento com você mesmo e com aquilo que você acredita. Passo 1: comprometimento. Mas, como é que a pessoa se compromete, Cris? Por que você é comprometida e o resto não é? Ah, você decide fazer aquilo que você quer fazer. A partir do momento que você decidiu fazer aquilo que você quer fazer você tá comprometido em fazer aquilo. É assim, uma coisa que eu falo é: entre você decidir fazer e fazer tem uma grande ponte. Ah, tomei a decisão. Aí tem gente que vai lá. Toma a decisão, vibra, comemora, toma a decisão, porque decidiu fazer aquilo, mas aí até fazer tem uma ponte aqui que liga e aí você precisa da disciplina pra você executar e sair desse decidir fazer e ir pro fazer, colocar as coisas em prática.

Fala uma coisa que você é comprometida, que você realmente comprometeu. Gravar os meus vídeos de conteúdo pra minha audiência. Você se comprometeu, foi lá e agora você faz. Exatamente e não é fácil. Você não fica tentada em parar de fazer não? Às vezes. A gente tá num dia, não sei nem que dia que a gente tá, mas… É, não é… você não fica tentada não? O diabinho fica falando: Ah, Cris, mas eu não vou fazer. Não é nem tentada, é que tem dia que fica mais difícil assim, né? A gente não é robô.

O ser humano não é um robô. Nós não somos robôs. E tem dia que a gente não tá ali com aquela vibe de, aquela coisa toda. Aí você faz do mesmo jeito? A gente faz. Eu dou um pulo, escuto uma música, reforço meu porquê, meu por quem. Porque eu faço o que eu faço, por quem eu faço o que eu faço e vou a luta.

Show de bola. Comprometimento. E aí, o que mais? Tem mais alguma ação? Impulso de ação. Eu acho que você tem… Impulso de que? Ação. Massa. Você tem que treinar o teu cérebro a ter impulso de ação. Igual a gente tava conversando aqui, falando de disciplina e tal. O quanto é importante. E aí você teve um impulso de ação. Você falou assim: vamos gravar uma sacada. Você teve um impulso de ação e ali você poderia deixar e simplesmente amanhã gravar outra sacada sua, a gente tá aqui tomando um café, descontraído e tal. Você simplesmente teve um impulso de ação pra agir, por que? Porque você tá comprometido com o teu conteúdo, com a tua galera, com a tua audiência.

Então veio aquele insight pra eu agir e quando aquele insight vem você vai… É só que aí a procrastinação às vezes puxa muito a galera de ter impulso de ação, entendeu? É aquela coisa assim: quando você tá naquela coisa: ah, não sei se eu faço. Impulsiona e faz. Vai lá e faz. Não pensa muito. Vai lá e toma a decisão, vai lá e faz. É esse impulso, só que isso é treino de mente, sabe? Você tem que treinar o seu cérebro a ser assim oh: vamos, vamos, vamos, vamos fazer, vamos fazer, vamos lá, tem que fazer, tem que fazer.

Tem que fazer, tem que fazer. O empreendedor ele faz o que tem que ser feito. Que louco isso, porque assim, hoje eu tô no dia 300 e blá, blá, blá de meditação consecutivo e eu treino isso e eu treinei no começo, porque eu medito agora de manhã. Eu criei o hábito de fazer isso e eu medito de manhã. E uma coisa que eu faço e agora eu tô tendo essa sacada é quando eu medito de manhã mais ou menos às 6h da manhã e acredite ou não, não to falando pra você fazer isso não, mas é uma coisa que eu treino e eu falo o seguinte: no momento onde eu faço, quero fazer: opa, tenho que meditar. Tá na hora de meditar e de meditar. Eu tenho a regra dos 10 segundos. Eu tenho 10 segundos pra botar: opa, tá na hora de meditar eu tenho 10 segundos pra botar em ação. Impulso de ação.

É isso que é o impulso de ação. Então, e a regra dos 10 segundos. Usa os 10 segundos. Porque se você ficar pensando se você vai ou não vai. Vai ou não vai. Ah não, será que é a hora certa? O bicho tá pegando lá fora, minha filha, meu esposo, minha empresa, sei lá o que, você não faz. Exatamente, e o impulso de ação… Regra de 10 segundos, pensou em fazer, em gravar um vídeo, eu tenho 10 segundos pra gravar. Exatamente. Porque senão vai perder, vai perder, porque eu sou humano também. Exatamente. E tem uma coisa que eu acho muito interessante que isso vale pra tudo, você tem que treinar a tua mente. Quando você tem que fazer alguma coisa que você começa a procrastinar você tem que jogar a tua mente a fazer impulso de ação.

Por exemplo: a população hoje, a gente tem problema de obesidade e às vezes a obesidade na maioria das vezes é porque as pessoas comem muito. Então, o que falta? Falta impulso de ação de parar de comer. É impulso de parar, é de não ação? Não. A ação de parar de comer. Nossa. Tem que te dar o impulso de ação de parar de comer. Tá na hora de parar, não vou fazer o segundo prato, não vou comer um prato desse tamanho, vou colocar menos. Impulso de ação. Tudo é treino de cérebro e eu utilizo isso, é uma coisa que te gera muita disciplina. Que louco, Cris! Quanto tempo eu te conheço? Eu te conheci em 2000 e? 11 pra 12. Quanto tempo a gente grava vídeos? Podcasts? Essa coisa. Desde meio que aquele tempo né? Gente, dá olhada. A Cris tem o mesmo peso.

Não, é sério. Eu já vi várias pessoas aumentarem de peso. Pessoas que a gente conhece. Aumentar de peso, diminuir de peso. Engraçado. Eu tenho o mesmo peso há 12 anos. Você tem o mesmo peso há 12 anos? Há 12 anos. Eu já fui pra cima, pra baixo, mas realmente. Impulso de não ação. De parar. E aí isso vira hábito, né? Quando você faz uma coisa todo dia vira hábito. Show de bola, Cris. Que mais? Me dá mais uma terceira dica? Tá. Você não ser escravo das suas vontades. Oi. Não seja escravo… fala mais sobre isso. Ah, você tem que trabalhar e você tá com vontade de assistir televisão. Não seja escravo da sua vontade. Levanta e vai trabalhar. Ah, você tá, você quer, tá com vontade de ir na praia ou tá com vontade de sair pra andar a toa de bicicleta e tomar um café.

Só que você tem que gravar vídeo. Não seja escravo da sua vontade de sair. Grava o teu vídeo, depois você faz o que você tem que fazer. Não seja escravo das suas próprias vontades. Eu acredito que eu ouvi isso da Bel, da Bel. Grande Belzita. Belzita!!! É uma coisa que eu busco… Bel Pesce, pra quem não sabe ou no mundo underground do marketing digital: Belzita! Belzita, é. E eu acredito que essa questão de você não se permitir ser escravo, você se torna um escravo das suas vontades, porque aí as suas próprias vontades te inibem de conquistar aquilo que você quer conquistar. De executar o que você tem pra executar e aí você procrastina pra caramba.

Por que o cara procrastina? Porque ele fica ali com vontade de ficar vendo televisão, fica passando, ficar no WhtasApp, ficar no celular, ficar não sei o que. E você não pode ser escravo, se permitir ser escravo. Você tem que tomar e fazer a ação. Empreendedor faz o que tem que ser feito e ponto. Resumindo, gente, olha só resumindo: comprometimento, impulso de ação ou impulso de parar, nem que seja o impulso de parar, né? É.

E não ser escravo da sua vontade. Você tá sendo escravo da sua vontade, você tá por cima da sua vontade ou a vontade tá por cima de você? Essas são três dicas de uma das pessoas mais disciplinadas que eu conheço. Quer saber o quão disciplinada ela é? Vai no canal dela. CrisCast, todo santo dia, que horas você publica, Cris? De manhã, 7h. Todo dia? Todo dia. Novo? Todo dia novo. Por quantos dias? 1 ano, 365 dias. Eu tô fazendo isso. Muitas pessoas começaram esse desafio, é normal. E algumas pessoas… E como é que você vai descobrir aquelas pessoas que ficam e que tem realmente disciplina? Aquelas que colocam em público a disciplina, né? E só uma última sacada, quando a gente quebra a disciplina é importante você ter o retorno pra ela. Como é que você retorna? Por exemplo, o cara tá lá e eu tô fazendo 365 vídeos, aí eu pego uma gripe, sei lá, acontece alguma coisa eu fico cinco dias sem gravar. Aí o cara perdeu esse limiar aí ele perde meio que a vontade, é muito difícil o cara voltar.

Só que aí você tem que ter disciplina pra você voltar, é igual o… como é que você faz? Você simplesmente impulso de ação… volta! Volta e continua porque se você não voltar e continuar você vai ficar o resto do ano sem fazer? Ou você vai abandonar o seu projeto pra lá porque você dois ou três dias você titubeou? Então, caiu, levanta a cabeça, irmão. Levanta a cabeça e segue em frente. Não, fiquei 15 dias com problema, cheia de problema, tudo. Beleza, ficou 15 dias. Retoma, enche o pulmão de ar, retoma, coloca impulso de ação e segue a sua vida. Segue o teu projeto. Essa é a sacada de hoje. Obrigado, Cris. Imagina, prazer. Pra encontrar a Cris é o CrisCast, eu sei disso porque eu ouço a Cris, CrisCast ou crisfranklin1 no snapchat. Você esqueceu do seu snap, Cris? É porque o meu snapchat é crisfranklin1, o meu instagram é crisfranklin1 só que o meu face é Cris Franklin Oficial. Aí o meu cérebro dá uma puta… Show de bola. E tem o seu YouTube também, que digita Cris Franklin que você vai ver, você vai encontrar.

Show de bola, gente. E a gente se vê no próximo episódio. Tchau, tchau. Tchau, tchau. Esse negócio não vai… cadê eu? Não, não, eu vou mostrar, vou te apresentar..

Encontramos esse conteúdo no Youtube

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.